Sábado, 01 Setembro 2012 14:41

Depoimentos sobre o trabalho de Vera Bassoi com as Constelações

Escrito por
Avalie este item
(1 Voto)

 

"CONEXÃO DE ESTRELAS" – DEPOIMENTO DE MARLI CASSIANO


Devo confessar que senti dificuldades em fazer a divulgação das "constelações familiares", pois explicar como se aplica essa maravilhosa ferramenta de apoio às questões emocionais é praticamente impossível.
No último dia 18 de junho, foi realizado em minha casa um workshop sobre constelações sistêmicas e tive a grata satisfação de receber, além de amigos, a presença da terapeuta Vera Bassoi, vinda de Sorocaba especialmente para nos proporcionar um fim de semana maravilhoso de grande aprendizado, que enriqueceu, tenho certeza, a todos que puderam estar presentes.
O grupo formado por aproximadamente 20 pessoas, dividiu-se entre aqueles que seriam participantes e os que utilizariam as constelações em algum tipo de problema específico.
Na minha singela tentativa, descrevo o que prefiro acreditar, tenha sido uma "experiência indescritível", um processo intenso, envolvente, que se inicia a partir de questões familiares ou não, onde todos os participantes ao final, também serão beneficiados com o resultado de cada constelação individual.
As pessoas que ali buscaram por um entendimento, uma solução, uma luz, dividiram entre si, a dor, a ferida, o momento do passado, sob um novo olhar, como se ficassem do lado de fora, como observadores da própria emoção. Olhando para si mesmas e para o outro, sem o julgamento, sem a máscara, sem a culpa.
E através da direção orientada pela terapeuta, permitia-se aflorar cada sentimento necessário, para iluminação do ser mais escondido, oculto na escuridão do nosso inconsciente.
A "coisa louca e inexplicável" é que podemos ver a prova concreta da conexão existente entre todos e cada um. Que através desta ligação tipo uma "internet universal" podemos sentir a emoção do outro, demonstrar a compaixão incondicional que está em cada ser humano. Nos tornamos realmente humanos e essa humanidade, amorosidade intensa se aflora independente do tamanho e do tipo do problema vivido por quem ali procura por ajuda.
Podemos nos colocar literalmente no lugar do outro. Na realidade, nos tornamos um. Quando nos tornamos um, mostramos coisas que somente o nosso inconsciente acessava. Nos tornamos conscientes das nossas posturas diante dos fatos de nossa vida, e as conseqüências dessas posturas em relação a nossa família, quer seja de ascendentes como descendentes, numa interligação que vai além das ligações genéticas. É como fazer parte de uma grande engrenagem.
Qual o resultado disso?
A cura da dor através do amor e do perdão, a libertação da culpa que as vezes carregamos por uma vida toda.
Como conseguimos essa conexão com o inconsciente e com todos?
Na minha opinião, essa força, essa energia, essa ligação vem totalmente de Deus.

Usando como exemplo real, posso testemunhar que ao ver a minha representação feita na constelação do meu filho, pude entender quão imensa é a ligação que eu tenho com minha mãe e o quanto o distanciamento da afetividade que tive em relação ao meu pai (isso quando eu era menina ainda), trouxe conseqüências no meu comportamento, não só com minha família, como também me mostrou a grande dificuldade de expressar fisicamente a amorosidade e carinho pelas pessoas que estão a minha volta e pelas quais tenho muito amor. É uma coisa que sempre soube, mas quando a gente se torna realmente consciente dos motivos das dificuldades, é muito mais fácil mudar o comportamento, o que acaba acontecendo por força dessa nova energia e dessa nova vontade que se instala dentro de você. É realmente incrível!

Queria ter dividido esse dia com muitos outros amigos que não puderam comparecer, mas sei que em breve nos reuniremos novamente e dividiremos novas emoções com certeza.

Marli Cassiano
São José dos Campos, junho/2011

 

 


 

 

AUTORIZADO PARA PUBLICAÇÃO – DEPOIMENTO DE FABIO CASSIANO


(antes de vocês lerem este depoimento, devo esclarecer que o Fabio e a sua mãe Marli são cadeirantes por motivo de terem desenvolvido uma doença degenerativa que, aos poucos, vai atrofiando a musculatura de todo o corpo).
Querida Vera,

Só posso te agradecer por tudo, por estar presente nos momentos que precisamos de suas palavras e de sua amizade.
Com a leitura da aura e a constelação, você me ajudou tanto, me fazendo aprender tanta coisa.
Graças ao seu trabalho, pude finalmente realizar meu sonho de ter a experiência de ser constelado e fiquei impressionado com essa técnica.

Você percebeu o quanto foi difícil para mim, dizer para minha família um simples EU TE AMO e quando finalmente disse, minha garganta tremeu...
Pensei: como é que pode uma pessoa com tanto amor no coração, ficar travada na hora de demonstrar e compartilhar esse amor?
Acredito que através da Sueli, as palavras ditas pela minha alma colocaram para fora todo esse amor guardado só comigo.
Observando minha constelação, pensei: Uau! - Minha alma disse exatamente o que eu tinha vontade, mas minha mente por algum motivo segurava.

O que eu quero dizer com isso, é que as coisas sentidas e ditas durante toda a constelação, representam um novo despertar do meu amor incondicional.
Tenho que aproveitar essa nova possibilidade aberta e dar continuidade nessa minha abertura do coração.
Tenho que aproveitar para demonstrar mais vezes esse meu amor pelas pessoas que fazem parte da minha vida.
Acredito que se eu me abrir mais, vai ser ótimo para toda minha família.

Foi muito bom o contato direto com meu irmão Caio, onde pude demonstrar minha admiração por ele e minha alma, por meio da Sueli, contou de minha visão do Caio como um herói. Essa visão é verdadeira, pois ele faz tanta coisa pela nossa família e nunca pede nada em troca. Para mim ele é um cara do bem, que muitas vezes é mais forte e mais sábio do que eu.

Também foi bom o contato com minha mãe. Só para tocar e segurar a mão de minha mãe foi uma emoção imensa, claro que não podermos nos abraçar mexe com a gente, mas sabemos bastante do amor que temos de mãe e filho, isso é demonstrado pelo nosso olhar. Quando minha alma falou palavras de incentivo para levantar minha mãe (representada pela Helena) do chão, foi emocionante. Apesar de já ter demonstrado meu amor por ela em textos e poesias, preciso demonstrar mais falando.

Apesar da presença do meu pai em casa, não sei ao certo suas verdadeiras crenças. E olha que no geral me dou bem com ele. Ele até já foi constelado e conhece mais ou menos como funciona, mas eu queria garantir que tudo corresse bem na minha constelação. De qualquer forma, as palavras ditas pela Maria das Dores (representando meu pai) foram muito importantes e com certeza me ajudaram a compreender ainda mais o lado do meu pai.

Seria bom meu irmão Bruno ter visto minha constelação. Ele compreenderia melhor tudo aquilo que o afeta. Ele poderia se sentir mais à vontade para demonstrar suas emoções. Estou pensando em tentar me abrir com ele, da mesma forma que com o Caio na constelação.

Enfim, acho que chegou o momento no qual devo me envolver profundamente, para ajudar a criar a paz e a harmonia na família. Não só esperar os frutos da constelação, mas aproveitar a energia positiva que ela criou, para sair da minha zona de conforto e lutar para realizar esse meu desejo para a família. Se essa for uma das minhas missões na vida, preciso usar meu amor incondicional, compartilhando-o com quem amo. E ao fazer isso, poderei contagiar ainda mais cada pessoa da minha família.

Te agradeço com todo meu carinho, por tudo o que tem feito por mim e por minha família.

Um grande abraço!

Binho
São José dos Campos, 21 de junho de 2011

 

 

 


 

Depoimento de Elijanete

Sorocaba, 12 de outubro de 2012


Olá Vera, tenha a certeza,, essa terapia tem me ajudado pessoalmente a rever muitos
aspectos da minha vida. Sinto que necessito difundir para pessoas que já estão nesse
caminho. Estou aprendendo a silenciar minha mente e sentir mais minha alma. As
constelações estão me ajudando muito a me conhecer, a entender tudo o que se passa na
vida. Obrigada pela oportunidade. Você é muitoi iluminada!
bjs. Elijanete.

 

Lido 7749 vezes
Vera Lucia Muniz Bassoi

Apelido: Vera Bassoi

Endereço do trabalho: Espaço Estelar - Clínica e Escola de Terapia Holística

Rua Profª Francisca de Queiróz, 706 - Bairro Mangal - Sorocaba - SP

Contatos: verabassoi@gmail.com vbassoi@yahoo.com.br Skype: vera.bassoi fones: (15) 3202-9268 (15) 9774-2890 (15) 9741-5641vip

Mini Currículo

www.stum.com.br/verabassoi | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.